sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Por 6 a 5, SupremoTribunal Federal derruba prisão após segunda instância, e ex-presidente Lula deve ser solto



O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta quinta-feira (7) a possibilidade de executar a pena de prisão após condenação em segunda instância, a partir do voto de desempate do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

A decisão, tomada por 6 votos a 5, representa a maior derrota que a corte impôs à operação Lava Jato nos seus cinco anos e pode levar à liberdade o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. (Terra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário