sábado, 4 de novembro de 2017

Monstro de Paço do Lumiar confessa assassinato e estupro de criança

A polícia agora investiga se o criminoso teve auxílio de outra pessoa. Robert Serejo negou que a mãe de Alanna tenha participado do crime.

Robert Sereno assina confissão na presença do secretário de segurança Jefferson Portela.
Suspeito de matar a filha de sua ex-companheira, Robert Serejo Oliveira confessou na tarde deste sábado à polícia que estuprou e em seguida assassinou Alanna Ludmila, de 10 anos. Uma entrevista coletiva foi concedida pelas autoridade de Segurança com detalhes do caso na tarde deste sábado.

Segundo Robert, ele teria entrado na casa usando uma cópia da chave que dá acesso pela cozinha. A vítima estaria no banheiro e, ao se assustar e começar a pedir socorro, foi silenciada pelo assassino.

Após ela ter desmaiado, Robert a amarrou e a violentou sexualmente. Com a vítima ainda inconsciente, o monstro colocou um saco plástico na sua cabeça e a levou para o quintal, onde jogou o corpo.

De acordo com os detalhes descritos pelo assassino a polícia acredita que ela morreu asfixiada.

A polícia agora investiga se o criminoso teve auxílio de outra pessoa. Robert Serejo negou que a mãe de Alanna tenha participado do crime.

Confira no vídeo abaixo o momento em que Robert Serejo  é retirado da van na qual pretendia deixar São Luís. Robert chegou a negar que fosse o suspeito procurado pela polícia desde sexta-feira, numa clara tentativa de escapar.

 Jornal Pequeno

Nenhum comentário:

Postar um comentário