sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Jogador mata técnico após relação sexual e é preso

Após o crime, o ex-atleta fugiu para Palmas, carregando o aparelho celular da vítima.

Na última terça-feira (21), Matheus Rodrigues, ex-atleta, acusado de ter matado Armando Martins Filho, que treinou o time de base do Interporto. Segundo o delegado Wagner Pereira, o acusado confessou o crime e diz que houve desentendimento com a vítima após relação sexual.

O jovem, de 20 anos, atuou na base do Interporto, aos 15 anos. Neste período, Matheus conheceu Armando, que treinava o time das categorias inferiores do Interporto. Após se desiludir com o futebol, Matheus passou a ganhar dinheiro como garoto de programa.

Para a Polícia Civil, Matheus disse que desferiu dois golpes de faca, que atingiram o ombro e o pescoço de Armando, que morreu no local.

Após o crime, o ex-atleta fugiu para Palmas, carregando o aparelho celular de Armando.

O corpo de Armando foi encontrado ensanguentado e em cima da cama no dia 5 de novembro, em Porto Nacional (70 km da capital Palmas), em Tocantins.

A Polícia Civil chegou a Matheus após relato de pessoas próximas ao treinador. Com passagens como técnico da base do Interporto, Armando trabalhava como funcionário público. Matheus foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP).
 
JornalPequeno

Nenhum comentário:

Postar um comentário