domingo, 8 de setembro de 2019

“União entre programas Nosso Centro e Cheque Minha Casa leva benefícios para 300 famílias da região central de São Luís”, destaca Rubens Jr

Integrando a celebração dos 407 anos da cidade de São Luís, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), entregou, neste sábado (7), um total de 300 Cheques Minha Casa às famílias residentes na área central da cidade. Segundo explica o secretário da Secid, Rubens Pereira Júnior, o que se viu foi a união de dois grandes programas em prol de uma importante região de São Luís: o Centro Histórico.
O Programa Cheque Minha Casa onde o governo do estado distribui, doa, gratuitamente, R$ 5 mil reais em materiais de construção: ser gente de baixa renda e que precisam, aqueles que definitivamente não tivessem a ajuda do governo, não podiam reformar as suas casas.
Aos presentes, o governador Flávio Dino relembrou que hoje é 7 de setembro, dia que a nossa Pátria nasceu e que por isso pediu que a Secretaria entregasse o símbolo da pátria na mão de todos: a bandeira com o verde amarelo.
“Estamos conjugando com o que é mais importante: a nossa gente. O nosso povo. As pessoas. Por isso nós marcamos a entrega hoje. Esta foi a forma que encontramos para comemorar o dia maior do Brasil, fazendo justiça social, ajudando com que mais pessoas tenham qualidade de vida”, comentou Dino.
De acordo com o secretário da Secid, o estado avança com ações concretas e estruturantes com foco no polo habitacional, sendo que, são políticas como essas que continuam a melhorar a vida do povo maranhense. “A união de dois importantes programas da Secid, Cheque Minha Casa e Nosso Centro, permitirá celeridade nas iniciativas de revitalização e requalificação da região central de São Luís”, explicou.
O governador falou sobre o aniversário da capital São Luís, que amanhã (8) completa 407 anos e afirmou que aqueles beneficiados eram guardiões da história do Maranhão, uma vez que as casas que eles moram fazem parte da história do Maranhão.
“A região possui as casas mais antigas da cidade. Os bairros que vocês moram têm mais de 100 anos. A cidade era só de um lado do rio. Com o passar do tempo, o governo só priorizava o outro lado do rio e menos para o lado de cá, onde está o Centro. Eu nasci aqui, na rua de Santana e vinha a pé para uma escola na Praça da Alegria. Eu caminhava diariamente para esta escola que estamos. Estudei aqui até os 12 anos”, confidenciou.
Por fim, Flávio Dino orientou aos beneficiários que façam o bom uso dos recursos que eles vão receber do poder público. “O benefício será para vocês, mas quem ganha é toda a cidade. Essa é a nossa forma de comemorar o dia da pátria, festejando com as pessoas, promovendo paz e justiça social”.
“Fico muito feliz porque eu percebo e fica mais claro que isso está funcionando como instrumento de Deus na vida de vocês. Quando estava chovendo, quando estava com goteira, muitos de vocês oraram ou rezaram dindo algum tipo de ajuda. E hoje estamos realizando. Flávio, Deus usou o seu Governo, a nossa gestão para mudar a vida de vocês”, comemorou o secretário Rubens Pereira Júnior.
Participação do Chamamento
Participaram do chamamento público as famílias da região central de São Luís que se cadastraram no edital 001/2019 da Secid. A convocação para apresentação de documentos foi até o dia 14 de agosto. Os resultados estão disponíveis na internet, por meio do site www.secid.ma.gov.br.
O recurso do Cheque Minha Casa será repassado em parcelas, conforme apresentação de documentação e acompanhamento técnico social pelas equipes da Secid. Com prioridades para as famílias com idosos e deficientes físicos.
Programa Nosso Centro
Instituído pelo Governo do Estado e coordenado pela Secid, o Programa Nosso Centro terá investimentos em torno de R$ 140 milhões e envolverá cinco polos, entre os quais o habitacional, que terá uma atenção especial do poder público.
O Programa Nosso Centro é um conjunto de ações estruturantes que visa, além de mais estímulo à cultura e habitação, garantir maior aproximação entre órgãos para modernizar serviços públicos, gerar economia aos cofres estaduais e potencializar o comércio local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário