quinta-feira, 26 de setembro de 2019

PF prende madeireiros suspeitos de desmatar reserva indígena no MA

A Polícia Federal cumpriu oito mandados de busca e apreensão em serrarias e destruiu caminhões usados para retirar madeira da reserva indígena Araribóia.

Polícia Federal realizou operação na reserva indígena Arariboia com o objetivo de coibir a extração ilegal de madeira — Foto: Divulgação/Polícia Federal
A Polícia Federal realizou entre os dias 24 e 25 de setembro a operação “Ybyra Cicue” na Terra Indígena Araribóia, entre os municípios de Amarante do Maranhão e Arame, com o objetivo de desarticular um grupo suspeito de extração ilegal de madeira. A ação teve o apoio do MPF, IBAMA e Polícia Ambiental.

A PF não divulgou nome de cada suspeito preso. Todos foram conduzidos para Delegacia de Polícia Federal em Imperatriz, onde foram indiciados por desmatamento e comércio ilegal de madeira, além de ameaça a indígenas e associação criminosa.

Ao todo, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão com o objetivo de colher provas para o decorrer das investigações. A polícia também apreendeu maquinários em duas serrarias - que foram embargadas e multadas pelo IBAMA - e destruiu dois caminhões “toreiros” que estavam dentro da Terra Indígena.
 
PF encontrou áreas desmatadas na reserva indígena dos Arariboia, entre Amarante e Arame — Foto: Divulgação/Polícia Federal
PF encontrou áreas desmatadas na reserva indígena dos Arariboia, entre Amarante e Arame — Foto: Divulgação/Polícia Federal

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário