sábado, 11 de fevereiro de 2017

Pacto pela paz: governador Flávio Dino premia policiais por apreensão de armas

Um grande ato de reconhecimento, valorização e estímulo ao trabalho policial foi realizado nesta sexta-feira, 10, durante a solenidade de premiação dos policiais civis e militares, pelos resultados nas ações de apreensão de armas de fogo, no âmbito do ‘Pacto pela Paz’. 

O evento promovido no Salão de Atos do Palácio dos Leões agraciou os que alcançaram o maior número de apreensões deste tipo de armamento, em 2016, com prêmios individual e coletivo. Os selecionados receberam R$ 20 mil pelo feito. O reconhecimento com premiação em dinheiro é um pioneirismo da gestão Flávio Dino.
Os policiais destacados representam todo o efetivo do Maranhão e mostram o compromisso e comprometimento dos agentes da Segurança com a missão assumida e com o bem-estar da população, reforçou o governador Flávio Dino, abrindo a solenidade. 

“Realizamos um conjunto de ações com fins a aprimorar a gestão da Segurança e temos um programa de valorização permanente aos que fazem a nossa polícia. E com o objetivo de estimular estes servidores instituímos essa premiação honrando e valorizando os esforços do efetivo representado em cada policial aqui presente”, disse o governador.

O secretário de Estado de Segurança Pública (SSP-MA), Jefferson Portela, pontuou o orgulho em ver os companheiros reconhecidos e valorizados como servidores policiais e seres humanos valorosos. “Este ato do Governo do Estado é a representação de reconhecimento a toda instituição homenageando estes que se destacaram na ação. Esses homens e mulheres hoje premiados representam a Polícia Militar e a Polícia Civil, mas, individualmente, são reconhecidos com essa premiação”, enfatizou.

Portela destacou que é importante reduzir violência e as armas de fogo são um móvel muito forte para a prática de crimes, por isso a importância dessa decisão de Governo que reconhece o conjunto da categoria com a premiação. “Aqui estão os destacados, mas, toda a corporação tem o direito de participar, de ser premiado, atuando fortemente contra o crime. Dia de alegria, de honra, e de gratidão por essa decisão administrativa do governador Flávio Dino, mesmo em um momento de crise, de reconhecer financeiramente os valorosos policiais que desempenham jornada diária contra o crime”, concluiu o secretário de Segurança.

Incentivo

No evento foram premiados três policiais civis e seis militares - sendo que cinco destes em caráter coletivo por critério de empate no número de armas tiradas de circulação. Os policiais premiados demonstraram a importância da ocasião e agradeceram a gestão estadual pelo reconhecimento. Em todo o ano de 2016, a polícia maranhense apreendeu 708 armas de fogo, algumas de grosso calibre.

A premiação é mais um estímulo para combater a criminalidade, enfatizou o investigador de Polícia Civil, Delbran Sousa Rodrigues, 38 anos. “O governador soube reconhecer o esforço que todo o policial faz no cumprimento de sua missão e este prêmio que ele nos concede nos alegra por saber que nosso trabalho é apoiado, visto e reconhecido”, disse ele, que apreendeu mais de 50 armas. Rodrigues integra a equipe do Departamento de Combate a Roubo a Instituições Financeiras (Dcrif), órgão da Superintendência Especial de Investigação Criminal (Seic).

“O ato do governador Flávio Dino enobrece toda a corporação e enaltece cada policial maranhense. Estamos na prestação do nosso dever de garantir ao cidadão a devida segurança e é o que gostamos de fazer. Ser policial é a nossa missão e receber esse reconhecimento nos faz ainda mais estimulados para melhorar e alcançar mais resultados positivos”, enfatizou o 3° sargento, Manuel Pacheco de Azevedo Neto, 44 anos, do 16º Batalhão de Chapadinha e que há 16 anos integra a Polícia Militar.

Com a apreensão de 22 armas, o 3º sargento Joelson Lima da Rocha, 37 anos destacou o estímulo com a premiação e parabenizou a iniciativa do Governo do Estado. “Arriscamos nossas vidas por amor ao que fazemos e este reconhecimento do Governo nos move ainda mais no caminho desta missão de garantir segurança e salvar vidas. Só posso agradecer ao governador e ao nosso comando por esse momento”, enfatizou. O militar do 16° Batalhão de Chapadinha.

Na lista dos premiados estão ainda os soldados José Victor Martins Azevedo e Pedro de Freitas Filho; o 2° sargento Raimundo Soares Pereira; o investigador, Fernando Santos Silva; o investigador Diego do Nascimento dos Santos; investigador, Fernando Santos Silva; e os 3° sargentos Cristian da Silva Pimentele e Cristian da Silva Pimentel. Outras premiações, com valores entre R$ 300 e R$ 1500, foram concedidas a policiais militares e civis da capital e interiores, por apreensões de menor monta. Nestes casos foi considerado o calibre da arma, seu poder lesivo e as condições da apreensão.

Presentes à solenidade o vice-governador, Carlos Brandão; o procurador geral do Estado, Rodrigo Maia; o procurador Geral de Justiça do Maranhão, Luiz Gonzaga; o secretário municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), Diego Galdino, representando o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior; o delegado-geral de Polícia Civil, Lawrence Melo e demais delegados; o comandante geral da Polícia Militar, coronel Frederico Pereira e demais autoridades militares; o comandante do Corpo de Bombeiros, Célio Roberto; os deputados estaduais Levi Pontes, Ana do ‘Gás’, Junior Verde e cabo Campos; e o deputado federal, Waldir Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário