quinta-feira, 20 de junho de 2019

Márcio Jerry diz que falas de Moro revelam traição ao Judiciário

Sérgio Moro “fugiu de questões essenciais” durante a audiência do Senado Federal realizada nesta quarta-feira (19), na opinião do deputado federal Márcio Jerry (PCdoB-MA).

Para o vice-líder do PCdoB, a postura do atual número 1 do Ministério da Justiça deixou clara a tentativa de Moro de se proteger, usando o “combate à corrupção” para esquivar-se dos reais questionamentos feitos pelos parlamentares presentes.

“Não vai sustentar tal engodo até o fim. Conluio está muito bem caracterizado, portanto, graves ilegalidades e absoluta traição ao Judiciário”, disse Jerry em seu perfil no Twitter.

O ex-juiz esteve, por mais de oito horas, na Comissão de Constituição e Justiça do Senado para dar explicações sobre as ilegalidades cometidas durante a operação Lava Jato, após o site ‘The Intercept Brasil’ revelar sua parcialidade no processo e a interferência nos julgamentos que incriminaram o ex-presidente Lula. No próximo dia 26 de junho, Moro terá a chance de se defender na CCJC da Câmara dos Deputados.

A oitiva pública acontece após Márcio Jerry protocolar dois pedidos para que Moro comente o caso, no Plenário e na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara.

Na terça (18), outro pedido protocolado por Jerry e mais quatros deputados garantiu que o jornalista Glenn Greenwald também venha à Câmara para dar mais detalhes sobre as mensagens que têm chegado ao público em uma série de reportagens.

No dia 1º de julho, o editor do ‘Intercept’ deverá comparecer, como convidado, no Conselho de Comunicação Social do Senado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário