sexta-feira, 28 de julho de 2017

Governo inaugura Maranet em Caxias e beneficia população com internet gratuita

O décimo primeiro ponto da Rede de Internet Gratuita do Maranhão, Maranet, foi inaugurado na última quarta-feira (26) no município de Caxias pelo secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Jhonatan Almada. A rede permitirá a moradores acesso à internet de boa qualidade com capacidade de conexão de até 1.200 pessoas, simultaneamente. O toten, de quatro metros de largura e seis de altura, instalado na Praça São Judas Tadeu, no bairro Ponte, tem um raio de alcance de 400 metros.

Em agosto a Maranet deve chegar aos municípios de Codó, Coroatá e Timon. “A Maranet tem como objetivo democratizar o acesso à internet em áreas públicas para que mais maranhenses sejam incluídos nesse mundo digital e tenham acesso ao conhecimento hoje disponibilizado na rede mundial. A Rede já está presente em São Luís, Vitória do Mearim, Pinheiro, Pindaré-Mirim e Arari e até o final do ano deve chegar a novos municípios, incluindo cidades maranhenses com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)”, contou Jhonatan Almada, que estava acompanhado do secretário-adjunto de Cidadania Digital da Secti, Nivaldo Muniz.

O evento contou com a participação de populares e de vereadores. O presidente da Associação dos Moradores do bairro Ponte, Danilo Nunes, contou que a chegada da internet no bairro é uma grande novidade para os moradores. “A gente ouvia falar que ela seria implantada aqui, mas não acreditava muito não. Para nossa alegria estamos aqui vendo ela funcionando no meio da praça, onde todos os moradores podem acessar”, disse feliz.

Quem também ficou feliz com a novidade foi a dona Maria de Jesus Santos Oliveira. “Aqui é um bairro com muita gente. A população é grande e precisa muito de ações como essa que beneficiam a população”, disse. “Eu não sei usar isso direito não, mas os meus netos sabem e estão muito feliz com a novidade”, completou Raimunda Bispo dos Santos, também moradora do bairro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário