terça-feira, 19 de dezembro de 2017

MARIDO ENFURECIDO MATA ESPOSA: Mais um caso de violência abala São Domingos do Maranhão

É crescente em todo o país o número de homicídios dolosos praticados contra a mulher, muitos deles com características de feminicídio, crime  cometido em razão do sexo, desconsiderando a dignidade da vítima por ela ser mulher ou entender que ela tenha menos direito do que o homem.
 
Esse tipo de crime tem sido cometido ultimamente com requintes de crueldade no Maranhão, mesmo as autoridades policiais agindo rigorosamente contra os homicidas, que não têm ficado impune. Fato com as mesmas semelhanças aconteceu na madrugada desse último domingo (17) no povoado Baixão Grande, município de São Domingos do Maranhão, distante da sede cerca de 12 quilômetros.
 
Doente de ciúmes, a principal motivação, Antonio Cesar Monteiro da Silva, 24 anos, conhecido pela alcunha de Pardal, assassinou com quatro facadas sua esposa Paula Pereira da Silva, grávida de 6 meses. Ele completaria 22 anos nessa próxima terça-feira (19).  Ainda possessivo de fúria e não satisfeito com seu desejo assassino, o suspeito tentou também matar a sogra, conhecida por Filomena. Pardal ainda teria lhe desferido um golpe de faca, mas felizmente não consegui consumar seu ato sanguinário.

O ocorrido se deu no clube Reprise, depois que ambos, segundo populares, haviam ingerido bebida alcoólica em um bar da localidade. Ao saber do ocorrido uma guarnição da Polícia Militar esteve no povoado para capturar o suspeito, não o encontrando retornou para a cidade, localizando-o próximo ao hospital. Suspeita-se que ele tenha vindo na própria ambulância que socorreu a vítima. À polícia, Pardal, supostamente ardido em ciumes, teria dito que cegou no momento que desferiu os golpes em sua mulher.

Após sua prisão, a polícia judiciária lavrou o auto de flagrante e lhe encaminhou a delegacia regional de Presidente Dutra onde aguardará o posicionamento da justiça.
 
Deusimar Lobão

Nenhum comentário:

Postar um comentário