terça-feira, 28 de abril de 2020

Bolsonaro nomeia André Mendonça para a Justiça e Ramagem para comandar a Polícia Federal

Jair Bolsonaro, nomeou, nesta terça-feira (28), André Mendonça, que ocupava a Advocacia-Geral da União, para o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública, no lugar de Sérgio Moro. Em edição do Diário Oficial da União, também consta a nomeação do delegado da Polícia Federal Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da PF 

André Luiz de Almeida Mendonça é o novo ministro da Justiça e Segurança Pública
André Luiz de Almeida Mendonça é o novo ministro da Justiça e Segurança Pública
247 - Jair Bolsonaro nomeou para o lugar do ex-ministro Sergio Moro o Evangélico, André Mendonça, considerado extremamente leal. Anteriormente, o titular do Planalto tinha sinalizado que poderia ser indicado para ocupar uma vaga no STF. Ele era o advogado geral da União.

Bolsonaro foi obrigado a desistir da nomeação de Jorge Oliveira, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, que era considerado o candidato mais forte à vaga do ex-juiz Sérgio Moro. Como Oliveira é amigo íntimo do clã Bolsonaro, sua nomeação para o Ministério da Justiça foi alvo de contestação política e seria questionada no STF. 

Alexandre Ramagem, delegado da Polícia Federal, pertence ao grupo de auxiliares de confiança do Planalto com o apoio do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), informa O Estado de S.Paulo.

Sua nomeação também está no alvo de críticas, porque caberá a Ramagem conduzir a Polícia Federal no momento em que a corporação investiga condutas ilícitas de Carlos e Eduardo Bolsonaro, filhos do titular do Palácio do Planalto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário