sexta-feira, 24 de abril de 2020

ARMAZÉM PARAÍBA: Empresário João Claudino morre aos 89 anos em Teresina


O empresário João Claudino morreu aos 89 anos nesta sexta-feira (24). Ele lutava contra um câncer na próstata e estava internado no Hospital de Terapia Intensiva (HTI). O velório do empresário será restrito à familiares por causa do novo coronavírus. O sepultamento será no Cemitério Alto Ressureição, sem horário definido ainda.

Seu estado de saúde era considerado bastante grave. O câncer já estava em estado bastante avançado. João Claudino havia passado por uma cirurgia no coração recentemente. 

O vídeo a seguir, contando a sua história, foi produzindo pela família em sua homenagem. 

Assista: 


O governo do estado divulgou nota de pesar pela morte de João Claudino

O Governo do Estado do Piauí manifesta profundo pesar e decreta luto oficial de três dias pelo falecimento do empresário Joao Claudino Fernandes, ocorrido na manhã desta sexta-feira (24).

João Claudino tinha 90 anos de idade e estava à frente do Grupo Claudino, um dos maiores conglomerados empresariais do Brasil e do Piauí, incluindo loja de departamento, gráfica, shopping center, fábrica, transportadora. 

O Grupo Claudino é um dos grandes contribuintes do Piauí, ajudando no desenvolvimento do Estado. A história do grupo no Piauí começou em 1968, quando os irmãos João e Valdeci Claudino, natural de Cajazeiras (PB), transferiram de Bacacal (MA) para Teresina a matriz do Armazém Paraíba.

A loja mudou conceitos no comércio local, realizando promoções, oferecendo facilidades e trazendo para a cidade as novidades dos grandes centros. O sucesso provocou uma demanda crescente por mais produtos e a abertura de novas lojas em outras cidades.

Carro-chefe do Grupo Claudino, o Armazém Paraíba é a quarta maior loja de departamentos do Brasil no ranking “300 Maiores Empresas do Varejo Brasileiro 2019”, organizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC).

João Claudino também foi um dos grandes entusiastas da cultura piauiense. Por meio de suas empresas, ele financiou a reforma de várias casas culturais do Estado, por meio da Lei de Incentivo Estadual à Cultura (Siec).

Neste momento de luto, o Governo do Estado do Piauí presta condolências aos familiares, amigos e à sociedade piauiense, que perde um dos grandes nomes de sua história.


 Leia mais...




O empresário João Claudino Fernandes  chegou em Teresina em 1968 vindo do sertão da Paraíba. 

No final dos anos de 1950, enquanto o Brasil vivia os chamados “Anos Dourados”, marcados por transformações econômicas e culturais, o Nordeste passava por mais uma seca que trazia prejuízos à economia regional. Nesse ambiente de desafios, os irmãos  Claudino,  que  até  então  tinham  seus  negócios  na  cidade  de  Cajazeiras,  na  Paraíba, buscam alternativas para suas atividades empresariais. Em 1958, resolvem se instalar na cidade de Bacabal, no Maranhão, atraídos pelas boas notícias levadas pelos  viajantes.  Ali,  em  uma  antiga  usina  de  beneficiamento  de  arroz,  nasceu  o  Armazém Paraíba, empresa que deu origem ao Grupo Claudino.

A  loja  mudou  conceitos  no  comércio  local,  realizando  promoções,  oferecendo  facilidades e trazendo para a cidade as novidades dos grandes centros. O sucesso provocou uma demanda crescente por mais produtos e a abertura de novas lojas em outras cidades.

Com  a  expansão,  em  1968  a  matriz  do  Armazém  Paraíba  é  instalada  em  Teresina,  Piauí, pela localização estratégica da cidade para o abastecimento e gestão da rede. O crescimento do Armazém Paraíba, em uma região carente de produtos e serviços, também  gerou  oportunidades  para  outros  empreendimentos.  Assim,  vieram  as  indústrias, agência de publicidade, construtora, gráfica, frigorífico e shopping centers, entre outros negócios que formam o Grupo Claudino.

Ter vocação e fazer tudo com perfeição. Estes são os ingredientes de sucesso do empresário João Claudino Fernandes, um dos empresários de maior destaque em Teresina. 


Ele  iniciou sua carreira e como ao longo de 60 anos conseguiu expandir seus empreendimentos, tornando-se uma das maiores redes varejistas do Nordeste e com empresas instaladas na região Sudeste do Brasil. Atualmente, o Grupo Claudino conta com 13 empresas e todas as sedes estão instaladas na capital piauiense. São mais de 17 mil pessoas em seu quadro de funcionários.

João Claudino,  o Seu João, chegou à Teresina em 1968, dez anos após a inauguração da primeira loja de tecido da família instalada em Bacabal, no Maranhão. 

A empresa recebeu nome de Paraíba, em homenagem a seu estado natal. Ao lado do irmão Valdecy Claudino, ele abriu uma filial no Centro de Teresina.


Do Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário