quinta-feira, 18 de junho de 2020

Fabrício Queiroz é preso na casa de advogado de Flávio Bolsonaro

Crédito: Nelson Almeida/ AFP
Prisão de Fabrício Queiroz em São Paulo (Crédito: Nelson Almeida/ AFP)
Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro e amigo do presidente Jair Bolsonaro, foi preso na manhã desta quinta-feira (18), na cidade de Atibaia, interior de São Paulo (SP).

Segundo a Globo News, ele estava em uma casa pertencente a Frederick Wassef, advogado de Flávio. Policial militar aposentado, Queiroz foi assessor e motorista do atual senador quando ele era deputado estadual no Rio de Janeiro.

Em 2018, o antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) identificou uma movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em sua conta entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. Em entrevista ao SBT no fim de 2018, Queiroz justificou que esse dinheiro era resultado da revenda de carros.

Além disso, o Coaf encontrou um cheque de R$ 24 mil depositado na conta da então futura primeira-dama Michelle Bolsonaro. Tanto Queiroz quanto o presidente dizem que o valor era referente ao pagamento de um empréstimo ao PM aposentado.

O mandado de prisão de Queiroz foi expedido pela Justiça do Rio de Janeiro, em inquérito que investiga “rachadinhas” no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa estadual (Alerj).

Esse esquema consiste na divisão forçada dos salários de assessores parlamentares com os políticos que os contratam.

Flávio também é investigado no inquérito, e o Ministério Público do Rio o acusa de ter lavado R$ 2,3 milhões obtidos com a “rachadinha”. O senador nega as acusações. (ANSA)

IstoÉ

Nenhum comentário:

Postar um comentário