segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Depois de 34 anos, um general no comando do país



Depois de 34 anos, um militar volta a comandar o país: O atual vice, General Hamilton Mourão (PRTB), será o presidente em exercício até a próxima sexta-feira (25), devido a viagem de Jair Bolsonaro (PSL) para o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. o último general de plantão da ditadura foi João Baptista Figueredo, que deixou o governo em março de 1985, com o início da redemocratização.

Na segunda-feira seguinte à volta de Davos, dia 28, o capitão da reserva passará por cirurgia em São Paulo para a retirada de bolsa de colostomia que utiliza desde atentado a faca sofrido durante a campanha eleitoral na cidade de Juiz de Fora (MG).

O vice-presidente foi instruído a não assinar decretos ou medidas, apenas questões ligadas a continuidade do governo. De acordo com o Uol, no próxima terça (22) não haverá a reunião ministerial que tem sido promovida toda semana por Bolsonaro no Planalto.
 
Por Esmael Morais

Nenhum comentário:

Postar um comentário