domingo, 8 de janeiro de 2017

Vasco derrota Beach Soccer: Sampaio Corrêa na final do Brasileiro e vai à Copa Libertadores

Jogadores do Vasco da Gama posam com o troféu de campeão brasileiro futebol de areia (Foto: Marcello Zambrana)
Jogadores do Vasco da Gama posam com o troféu de campeão brasileiro futebol de areia (Foto: Marcello Zambrana)
Campeão mundial em 2011 e considerado o maior celeiro de atletas no futebol de areia, o Vasco da Gama apostou na força de um contra-ataque veloz e no rodízio de jogadores para conquistar o título do Campeonato Brasileiro de Clubes. Sob o comando de Fábio Costa, auxiliar técnico da seleção brasileira, o time cruzmaltino goleou o Sampaio Corrêa por 5 a 1, neste domingo, nas areias da praia do Gonzaga, em Santos, e garantiu a vaga na Copa Libertadores. Bokinha (2), Antônio, Lucão e Mauricinho, eleito o melhor jogador do campeonato, marcaram os gols do "Trem Bala da Areia", enquanto Datinha descontou para os maranhenses. Responsável por defesas milagrosas que não deram trégua ao Sampaio, Rafael foi escolhido o melhor goleiro. 

O Vasco será o único representante do Brasil na primeira edição da Copa Libertadores, que será realizada no mesmo local, de segunda-feira (9) a domingo (15). A estreia do cruzmaltino será logo no primeiro dia de disputas, às 17h30 (de Brasília), contra o venezuelano Reales Miranda, que levou seus atletas para acompanharem a final.

Gilberto Costa, técnico da seleção brasileira, invicta em 22 partidas na temporada de 2016, compareceu ao local para observar os atletas. O Brasileiro de Clubes, que seria realizado em dezembro do ano passado, foi adiado pela Confederação de Beach Soccer do Brasil (CBSB) em respeito às 71 vítimas da tragédia da Chapecoense, no dia 29 de novembro, na Colômbia. 


Vasco não toma conhecimento do rival

Em contra-ataque veloz, Datinha aproveitou rebote do goleiro, dominou de costas para o gol e abriu o placar para o Sampaio Correia com uma bonita bicicleta, aos 2m15s. Uma bicicleta na trave de Lucão e sucessivos ataques deram muito ao goleiro Leandro Fanta, que tentou resistir o quanto pôde. Mas, depois de receber um passe açucarado na pequena área, Mauricinho bateu cruzado e empatou por 1 a 1.O Vasco teve calma e trabalhou duas vezes com Rafinha, que tocou para Bokinha empurrar para o fundo da rede e virar em 2 a 1 no fim primeiro período. 

O Sampaio por pouco não igualou o placar logo nos primeiros segundos do segundo período com um chute de Eudim, que arrancou tinta do travessão. Os jogadores do time maranhense partiram para o ataque, mas levaram um balde de água depois de uma falta com muito efeito e veneno de Bokinha, que confundiu Fanta e ampliou a vantagem do cruzmaltino: 3 a 1. O Vasco não aproveitou três chances claras de gol, e abriu o caminho para uma reação do time maranhense, que começou a gostar do jogo. Os cariocas eram mais rápidos nos contra-ataques e trabalhavam melhor a bola, mas ambas as equipes pecavam nas finalizações. 
 
Rafinha, do Vasco, disputa bola com Eudim, um dos destaques do Sampaio Corrêa futebol de areia (Foto: Marcello Zambrana)
Rafinha, do Vasco, disputa bola com Eudim, um dos destaques do Sampaio Corrêa (Foto: Marcello Zambrana)
No terceiro período, precisando de ao menos dois gols para levar a partida para a prorrogação, o Sampaio partiu com tudo para o ataque, obrigando o goleiro Rafael a fazer grandes defesas. Fanta também precisou suar a camisa para não deixar a situação ficar ainda pior. Só não deu para segurar a bomba de Antônio, a seis minutos para o fim: 4 a 1. O cruzmaltino ia controlando bem o jogo, tocando a bola e administrando a vantagem. Fazia correr - e cansava - os atletas do time maranhense, que pareciam sentir mais o desgaste do que os cariocas, mais velozes em quadra. E foi em uma jogada magistral do craque do campeonato, Mauricinho, que Lucão fechou o caixão do Sampaio a 30 segundos para o estouro do cronômetro: 5 a 1.  

Na preliminar, o Botafogo venceu o Rio Branco por 11 a 3 e conquistou a medalha de bronze. Os gols do Glorioso foram marcados por Rodrigo (3), Bryan (2), Paulinho (2), Thiago, Bernardo, Jeferson e Luis Fillip. Pelo clube capixaba, quem marcou foi Diego Malias, Ralson e Sonaldo. O Fluminense, que passou pelo Sport Recife 7 a 5, garantiu o quinto lugar.

Textos, fotos, artes e vídeos do Imirante.com estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do site em qualquer meio de comunicação sem autorização do Imirante.com. O objetivo é proteger o investimento que o Imirante faz na qualidade de seu jornalismo. Para compartilhar esse conteúdo, por favor enviar um e-mail para: imirante@mirante.com.br

Por
Santos, SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário