quarta-feira, 2 de setembro de 2020

Pré-candidato a vereador é preso acusado de roubar R$ 180 mil, matar idosa e enterrar o corpo em cemitério no MA


Um pré-candidato a vereador de São Luís do Partido Liberal (PL) foi preso nesta terça-feira (1º), em um condomínio de luxo onde mora no bairro Calhau. Ele é acusado de envolvimento no desaparecimento e morte da economista aposentada Fátima Maria Evangelista dos Santos, 65 anos. Ela estava desaparecida desde março deste ano e o corpo dela foi sepultado de forma clandestina  no cemitério de Paço do Lumiar.
De acordo com as investigações da Superintendência de Homicídios e Proteção a Pessoa,  (SHPP), o acusado que teve a prisão temporária decretada pela Justiça praticou o crime e sacou R$ 180 mil reais da conta da vítima.  No momento da prisão, os agentes encontraram  o dinheiro na casa do acusado e também os cartões que pertenciam a Fátima Maria.
Também  foi preso um vizinho da vítima que também  teve participação no crime. Pelo menos três pessoas teriam participado do assassinato e ocultação de cadáver. Após o crime os acusados levaram o corpo de Fátima para ser sepultado em um cemitério em Paço do Lumiar.
Corpo de Fátima Maria Evangelista dos Santos foi encontrado em um buraco cavado em um cemitério na Estrada da Maioba, em Paço do Lumiar — Foto: Alessandra Rodrigues
Os acusados se passaram por familiares da vítima e pagaram R$ 800 reais para três funcionários do cemitério  realizarem o sepultamento.  A polícia ainda está analisando a situação dos três funcionários do cemitério que poderão também  serem responsabilizados pela ocultação de cadáver, que estava enrolado em uma rede.
Da redação com informações do repórter Silvan Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário