domingo, 11 de dezembro de 2016

A trajetória de João Castelo



MA10 – João Castelo (PSDB) iniciou a carreira política em meados da década de 1970, alinhando-se na Arena, partido que apoiava a Ditadura Civil-Militar (1964-1985). Em 1978 com o apadrinhamento de José Sarney foi escolhido pelos militares para o cargo de governador do Maranhão (1979 a 1982).
Em 1982, ainda alinhado ao regime militar e também ao grupo político do senador José Sarney, concorreu a uma vaga no senado obtendo a eleição. Em 1985, após romper com o grupo Sarney lançou a esposa, Gardênia Gonçalves na disputa pela prefeitura de São Luís, atuando de forma solitária e decisiva para a vitória dela contra o candidato do grupo Sarney, Jaime Santana, nome apoiado por todos.
Em 1990, filiado ao PRN (Partido da Reconstrução Nacional), legenda do então presidente Collor de Mello, Castelo disputou o governo do Estado, vencendo no primeiro turno, mas derrotado no segundo turno por Edson Lobão, candidato do grupo Sarney.
Ao longo da carreira política disputou diversas vezes a prefeitura de São Luís, a partir de meados da década de 1990 sofrendo seguidas derrotas, até o ano de 2008, quando venceu Flávio Dino, atual governador do estado na disputa pela capital maranhense.
Entretanto não conseguiu se reeleger em 2012, sendo derrotado por Edivaldo Holanda Junior, atual prefeito de São Luís. Em 2014 concorreu a mais um mandato de deputado federal apoiando o ex-adversário, Flávio Dino na disputa pelo governo do Estado. Dino e Castelo foram eleitos.
Luto oficial
Ao saber da morte de João Castelo, o governador Flávio Dino (PC do B) manifestou-se por meio das redes sociais através do twitter. “Lamento falecimento do ex-governador do Maranhão João Castelo, atualmente deputado federal. Decreto luto oficial por 3 dias”, decretou o governador.
O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) também decretou luto oficial de três dias no município em sinal de respeitoso pesar pelo falecimento de João Castelo. “Em nome de toda a equipe da Prefeitura e de todos os ludovicenses, manifesto o sentimento de solidariedade à familiares, amigos e correligionários políticos. Que Deus conforte o coração de todos neste momento de dor.”
A deputada federal Eliziane Gama (PPS) que foi uma ferrenha crítica de Castelo, durante a gestão dele na prefeitura de São Luís (2009-2013), lamentou a morte do parlamentar e colega de bancada no Congresso. “Minhas condolências à família do colega ex-governador João Castelo. Uma dor irreparável. Que Deus conforte sua família neste momento de profunda dor”, comentou a parlamentar.
Eliziane Gama concorreu à prefeitura de São Luís, nas eleições deste ano, apoiada por João Castelo.
Natural de Caxias (MA), João Castelo, ex-governador e ocupando o quinto mandato na Câmara Federal, faleceu neste domingo (11), aos 79 anos, no Hospital Sírio Libanês em São Paulo às 09:15 (horário de São Luís). Castelo estava internado há 30 dias em recuperação de uma cirurgia no coração. Foi realizado procedimento de implantação de três pontes de safena no ex-prefeito de São Luís e nas últimas semanas estava na UTI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário