quarta-feira, 18 de julho de 2018

DUAS CARAS!! Lobão apoiou o golpe contra o Governo do PT e agora quer se agarrar com Lula

 
A inflação de candidato ao Senado para a eleição de outubro próximo tem gerado fatos e situação curiosa naqueles que outrora se comportaram como carrascos do ex-presidente Lula e agora buscam desesperadamente se aproximar do líder petista por conta de sua popularidade inabalável.

Após Roseana Sarney, que não deu um pio quando o ex-presidente foi preso por conta de investigações da Operação Lava Jato, tentar pousar de “amiga de Lula”, agora é vez de Lobão, que votou pelo impeachment da ex-presidente Dilma e que colocou Temer no poder, anunciar visita ao líder petista.

Com uma reeleição bastante complicada, com risco real de não renovar o mandato, Lobão quer buscar em Lula o combustível eleitoral que lhe permita sonhar em manter sua cadeira na Câmara Alta do Congresso Nacional e evitar os fantasmas da Lava Jato que rondam sua cabeça.

Lobão, assim como outros parlamentares deve fazer romaria nos próximos dias à sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde o dirigente do PT encontra-se encarcerado e impedido pela Justiça de conceder até entrevista, em busca de apoio ou de uma simples fotografia com Lula, líder disparado na pesquisa para presidente no Maranhão.

Embora tenha sido ministro dos Governos do PT, Lobão não teve a menor cerimônia em votar pelo impeachment que legitimou o golpe que derrubou a presidente Dilma e levou Michel Temer, um político sob investigação da Polícia Federal, a se instalar no Palácio do Planalto e iniciar o desmonte do país.

Lobão, que responde a cinco inquéritos, na prática, tenta melhorar sua imagem, pois sabe da força do ex-presidente no eleitorado do Estado, eleitorado esse que pode dá o troco a quem se articulou com os golpistas que entregaram o país ao MDB de Temer e agora querem se fingir de amigo do ex-presidente por conta da eleição.
JorgeVieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário