quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Segunda fase do inquérito sorológico aponta que 38,1% pessoas já tiveram Covid-19 no Maranhão

A Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão (SES-MA) divulgou nesta quarta-feira (11), os resultados da segunda fase do Inquérito Sorológico no Maranhão. A pesquisa abrangeu 66 municípios do estado. O estudo que conta com a parceria da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), serve para estimar as prevalências de anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2 no estado. A segunda fase foi realizada entre 19 a 30 de outubro de 2020.

Durante reunião, o secretário Carlos Lula apresentou os dados coletados e analisados pelo Laboratório Central do Maranhão (LACEN-MA), em que aponta que 38,1% das 4.600 pessoas investigadas já foram contaminadas pelo novo coronavírus no Maranhão. Ao todo, 92 equipes estiveram em campo aplicando os testes de Covid-19. Essa prevalência é semelhante à observada na primeira fase do inquérito.

Nos municípios da Ilha de São Luís a prevalência foi de 41,4% (34,3 – 48,5) e em Imperatriz foi de 41,7% (37,5 – 45,8). Os novos resultados apontam o crescimento da epidemia nos municípios de pequeno e grande porte em todo o estado.

Durante a aplicação dos testes, um questionário por meio de entrevistas apontou que 27,1% das pessoas possuem ensino fundamental, 41,3% ensino médio e 32,9% ensino superior.

O secretário enfatizou ainda que o uso de máscaras vêm diminuindo no estado. Segundo Carlos Lula, o uso do item de proteção era de 65% no inicio da pandemia; em agosto o número caiu para 56% e em outubro, foi comprovado que apenas 42% da população usam o objeto.

Quanto a chegada de uma possível vacina, Lula informou durante coletiva que 88% da população se mostrou positiva a chegada da vacina contra Covid e 12% afirmou que não se submeteria a imunização. “É importante que todos mantenham a prevenção, tendo em vista que muitas pessoas não desenvolvem anticorpos. E principalmente por conta da Covid-19 ser algo que ainda precisa de muitas informações”, afirmou .

O secretário finalizou informando que o Maranhão já está se preparando para uma possível segunda onda, com ampliações de leitos de forma preventiva, com planejamento já em desenvolvimento em vários pontos do estados.

Primeira fase

Na primeira fase do inquérito sorológico, 3.300 pessoas foram testadas e 40,4% da população tiveram o vírus. o levantamento foi realizado entre os dias 27 de julho a 7 de agosto, onde 69 municípios das 19 regiões de saúde do Maranhão, foram visitados.


MA 10

Nenhum comentário:

Postar um comentário